Família: relações afetivas espirituais

Familia-_relacoes_afetivas_espirituais

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook 0
Share on google
Google+ 0
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print

Nascemos no ceio de uma família que nos acolhe, nos alimenta, nos veste, nos ensina a andar e a falar. Algumas famílias também nos dão carinho, educação e incentivo. As primeiras relações afetivas espirituais que conhecemos é a com nossos pais e irmãos, sejam de sangue ou não. As pessoas que cuidaram para que chegássemos até aqui podem não ser da maneira que desejamos, podem ser confusas, frágeis, cheias de vícios e pouco amorosas, mas, com todas estas dificuldades elas foram generosas conosco. É preciso retribuir o que fizeram por nós, ajudá-las de alguma maneira, contribuir para que possam ter algum tipo de bem-estar.

Se tornar adulto é sair da postura de cobrança para assumir uma postura de cuidado e generosidade. Se ao invés de nos queixarmos, passarmos a agradecer e retribuir o cuidado recebido, construiremos relações espirituais fundadas sobre o carinho e o amor. Está em nossas mãos mudar o rumo de nossa história ao oferecer atenção e afeto aos nossos familiares.