Eros e Psiquê: o aprendizado do amor

Eros_e_Psique-_o_aprendizado_do_amor

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print

No Tarô Mitológico a história de Eros (Deus do amor) e Psiquê simboliza o processo de aprendizado das relações afetivo-sexuais. A história é contada nas cartas que compõem o naipe de copas dos arcanos menores do tarô mitológico. A história começa com o primeiro encontro, quando acontece a paixão, passa pelos momentos de dúvidas, desconfianças e traição que conduz a separação. A história termina quando Eros e psiquê se reencontram depois de aprenderam que amar vai além de suas expectativas, do prazer, das alegria e felicidades, que em alguns momentos é preciso perdão, desprendimento, paciência, coragem e sacrifício. Esta é a história de todos os casais que, mesmo em meio as dificuldades, conseguem caminhar juntos por muitos anos.

Os relacionamentos amorosos dão a oportunidade para nos conhecermos, nossos medos, necessidades, desejos, dificuldades. É em um relacionamento duradouro, que passa por momentos de êxtase e sofrimentos, que podemos aprender gradativamente dominar arte de amar. Algumas pessoas se frustram porque não entendem que o amor é uma arte que precisa ser estudada e praticada com regularidade para realizarmos seu aprendizado.